Economia

Em 1975, depois da Independência, a economia Moçambicana entrou em declínio.

Apesar de tudo, entre 1977 e 1981 registaram-se alguns sinais de abrandamento da crise, mas com o alastramento da Guerra Civil a situação não tardou a piorar. Esta crise levou com que as condições de vida das pessoas pioressem de forma dramática. Centenas de milhares de moçambicanos morreram à fome. A situação da balança comercial tornou-se insustentável.

Face à crise económica generalizada, ao aumento da pobreza, o governo moçambicano inicia uma mudança na sua politica, no sentido de uma liberalização da economia.

Em 1984, adere ao Banco Mundial e Convenção de Lomé. Um ano depois, reintroduz a cultura obrigatória do algodão. Dois anos mais tarde é lançado o Programa de Reabilitação Económica, com o apoio do Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional.

O crescente aumento da pobreza do pais começou finalmente a ter travão. O PIB, em 1987, teve um aumento de 4,6%. Já no ano seguinte aumentou para os 5,5%, e em 1989 de 5,3%. Em 1989, a produção agricola que era a base da economia do país, teve um crescimento de 9%, e a população industrial um aumento de 12%.

Em 1992, a paz alcançada abriu novas possibilidades ao desenvolvimento do país. Assim, um ano depois a economia começou a recuperar, tendo o PIB crescido 5,6%, (à custa sobretudo da agricultura). Em 2000 o PIB situava-se nos 6,1%.

Os sectores mais dinâmicos têm sido a construção, o turismo e a produção de energia eléctrica. Alguns empreendimentos, como a fábrica de aluminio são importantes para o desenvolvimento económico deste país.

Moçambique possui cerca de 45% do território moçambicano tem potêncial para a agricultura. Os principais produtos agrícolas são:

  • Algodão;

 

  • Cana de açucar;

 

  • Castanha de cajú;

 

  • Polpa de Coco;

 

  • Mandioca

 

Moçambique também possui importantes recursos naturais, entre eles destacam-se a energia hidroeléctrica, gás, carvão, minerais, madeiras e extensas terras agrícolas. As pescas também possuem um enorme potêncial.

Os principais produtos exportados são o camarão, algodão, cajú, açucar e chá.

E ainda, Moçambique possui três importantes portos que servem de entrada e saída dos produtos destinados a países vizinhos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: